Pilotos franceses relembram pioneiros da aviação mundial em evento na Assembleia




Natal como palco da aviação mundial era algo comum até a Segunda Guerra Mundial e muito especial aos pioneiros da aviação, principalmente entre os franceses, na primeira metade do século XX. Como protagonista dessa história, Natal foi incluída no “Raide Latécoère” que chega à cidade na próxima quinta-feira (15) junto de uma exposição inédita sobre o tema, através de uma iniciativa da Associação pela Memória da Aeropostale no Brasil (Amab).

O Raide acontece desde 2007 na Europa e esta será a segunda edição no Brasil com objetivo de promover a história da linha aérea Latécoère, que na década de 20 se transformou em Aeropostale e Air France.

A Amab, em conjunto com entidades francesas, pretende elaborar um relatório com dados de todas as cidades envolvidas na história da linha aérea e que aderiram à ideia para embasar o pedido de tombamento mundial do patrimônio histórico e cultura da Aéropostale, na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O deputado Hermano Morais destacou a importância de Natal como ponto mais próximo da África, o que possibilitou protagonizar fatos únicos na aviação mundial. “Reconhecer a importância histórica e a possibilidade reconhecer o patrimônio imaterial dessa rota aérea. Além disso, colocar Natal nesse roteiro e com destaque para o turismo”, disse o deputado.

Em Natal, o evento ocorre em três momentos. No dia 15 pela manhã, chegam ao aeródromo Severino Lopes, na Lagoa do Bonfim, as aeronaves que fazem o Raide pelas cidades brasileiras. Trata-se de duas aeronaves Cessna, com seis pilotos franceses que relembram, por meio de atos simbólicos, as históricas travessias dos pioneiros da aviação. A comitiva conta ainda com representantes da Amab e Patrimônio Francês.

Na sexta-feira (16), às 9h, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, será a abertura da exposição de fotografias e documentos relacionados à passagem Latécoère-Aeropostale por Natal. A ocasião contará ainda com material da Fundação Rampa e com a palestra da presidente da Amab, Mônica Cristina Corrêa.

No sábado (17), a exposição segue para o Aeroclube do Rio Grande do Norte, na Avenida Hermes da Fonseca, onde a entidade assina um convênio com o aeroclube francês George Latécoère.

São parceiros no evento, Governo do Estado, Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Fundação José Augusto (FJA), Aeroclube do Rio Grande do Norte, Instituto Histórico e Geográfico do RN, Fundação Rampa, Mandato do Deputado Hermano Morais, Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e Prefeitura de Natal.

História:

O contato da capital do Rio Grande do Norte com a aviação francesa teve início em 1927 quando a recém criada Aérpostale [antes chamada Latécoère] iniciou a instalação de um campo de pouso em Parnamirim, onde atualmente se encontra o setor oeste da Base Aérea de Natal (Bant).

A empresa operou até o início da Segunda Guerra Mundial já denominada como Air France, que também tinha instalações na margem do Rio Potengi. Natal foi palco de alguns dos principais feitos dessa história como a primeira travessia aérea comercial de correio aéreo sem escalas entre África e América. Por aqui passaram pilotos conhecidos como Jean Mermoz, Paul Vachet e Marcel Reine.

Calendário de atividades do Raide Latécoère para a imprensa:

· 15 de maio: 11h00 – Chegada do Raide no Aeródromo Severino Lopes, na Lagoa do Bonfim. Coletiva e almoço para a imprensa. Confirmar presença pelo telefone (84) 3232 5703

· 16 de maio: 9h00 – Abertura da exposição da Amab, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) / 9h30 – Conferência com a presidente da Amab, Mônica Cristina Corrêa

· 17 de maio: 8h30 – Assinatura de convênio entre Aeroclube do RN e aeroclube George Latécoère (França).