Henrique Eduardo defende CPI mista da Petrobras

Henrique Eduardo Alves afirma que o Estado está em um momento no qual é preciso capacidade de entendimento

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), é taxativo quando fala sobre um dos assuntos mais espinhosos na política nacional atualmente: “Sou a favor da CPMI da Petrobras”. Ao defender a investigação da estatal, ele revela um posicionamento firme em relação às demandas que chegam ao Congresso, mesmo que seja a contragosto do Governo Federal. Exemplo disso foi a chamada “pauta bomba”, colocada essa semana em plenário, que entre outros temas aprovou o piso salarial dos agentes de saúde e endemias, assunto indigesto para o Planalto.

Nesta entrevista, Henrique Alves também comenta sobre o andamento de várias obras federais para o Rio Grande do Norte que estão na fila. Uma das mais importantes é o projeto do novo aeroporto de Mossoró, cujo projeto foi garantido pelo ministro da Aviação, Moreira Franco, que enviou um documento ao presidente da Câmara, assegurando que a segunda maior cidade do Estado, assim como Caicó, está entre as prioridades da Secretaria da Aviação Civil.

Alves também fala sobre política, explica por que o PMDB vem pregando uma mudança no Estado e garante: a experiência como líder do PMDB na Câmara, e agora na condição de presidente da Casa, o fez deixar o radicalismo de lado e empunhar a bandeira do diálogo, o que, segundo ele, é o que a política do RN está precisando neste momento.