Ex-deputado Plínio de Arruda Sampaio morre aos 83 anos

plinio arruda

Aos 83 anos, morreu hoje (8), em São Paulo, o ex-deputado federal Plínio de Arruda Sampaio. Vítima de câncer ósseo, Plínio estava internado há cerca de um mês no Hospital Sírio-Libanês. Segundo o hospital, o ex-deputado morreu em decorrência de falência de múltiplos órgãos e sistemas.

Na eleição de 2010, Plínio de Arruda Sampaio concorreu à Presidência da República pelo PSOL, ficando em quarto lugar na disputa. Natural de São Paulo, formado em direito pela USP, Plínio foi promotor público e elegeu-se deputado federal em 1962, pelo extinto Partido Democrata Cristão (PDC). Reeleito duas vezes deputado, teve o mandato cassado pelo Ato Institucional nº 1 (AI-1), exilou-se no Chile e nos Estados Unidos e voltou ao Brasil em 1976, no início do processo de reabertura política.

Um dos fundadores do PT, Plínio de Arruda Sampaio participou da campanha das “Diretas Já!”. Elegeu-se deputado federal constituinte em 1986, quando defendeu uma reforma agrária que previa o fim dos latifúndios. Na Assembleia Nacional Constituinte, foi vice-líder do PT em 1987 e, em 1988, substituiu o então líder Luiz Inácio Lula da Silva no comando da bancada. Após 20 anos, Plínio deixou o partido m 2005, filiando-se ao PSOL.