Lutador brasileiro vence no UFC Rio e fala no microfone “Dilma pede para sair”

Demian Maia voltou ao octógono quase um ano depois de sua última luta. E o brasileiro veio bem no UFC Rio 6 na madrugada deste domingo coroando um show dado pelos brasileiros. A vitória veio contra Ryan LaFlare, por decisão unânime.


O evento também foi marcado por protestos políticos de lutadores brasileiros. O principal deles veio com Gilbert Durinho, discípulo de Vitor Belfort, que gritou um “Dilma pede para sair” depois de sua vitória.

Pupilo de Vitor Belfort, Gilbert Durinho venceu sua décima luta na carreira na noite deste sábado no UFC Rio 6. Depois de derrotar Alex Cowboy, ele resolveu se manifestar politicamente contra Dilma.

No fim de sua entrevista no octógono, Durinho pediu o microfone para mandar um último recado, direto para Dilma Rousseff, presidente do Brasil.

“Dilma, pede para sair”, gritou Durinho no microfone do UFC. O Maracanãzinho acompanhou em peso a frase do lutador.

Essa não foi a única manifestação de um lutador contra os políticos. Leandro Buscapé, com uma bandeira do Brasil nas mãos, pediu para os brasileiros levantarem o punho direito e criticou o que os políticos tem feito com o país.

Kevin Souza, que também venceu seu combate, foi outro a criticar os governantes. Ele ainda reforçou o protesto ao entrar no Maracanãzinho ao som de “Que país é esse?”.