Crise da mídia faz nova vítima: Arnaldo Jabor

Foto: Brasil 247

O grupo Estado de S. Paulo anunciou, nesta terça-feira 14, que a coluna de Arnaldo Jabor não será mais publicada; é mais uma medida de ajuste no grupo que, há duas semanas, iniciou um corte de mais de 100 profissionais; Jabor se notabilizou por colunas em que destilava ódio aos governos Lula, Dilma e à esquerda; no último dia 6, o jornal anunciou demissões que atingiram 125 funcionários, em todas as redações da empresa; entre os demitidos estavam o repórter especial Lourival Sant’Anna, o repórter de cultura Jotabê Medeiros e os de política Fábio Brandt e Roldão Arruda; na Folha de S. Paulo, o corte foi de 50 jornalistas.

O grupo Estado de S. Paulo anunciou, nesta terça-feira 14, que a coluna de Arnaldo Jabor não será mais publicada. O anúncio é mais uma medida de ajuste no grupo que, há duas semanas, iniciou um corte de mais de 100 profissionais.