Assembleia se instala em Passa e Fica na próxima quarta-feira



Dentro do cronograma de atividades do Projeto Assembleia Itinerante e Assembleia Cidadã, o município de Passa e Fica, na Região Agreste, será o segundo a receber os parlamentares no ano de 2014, na próxima quarta-feira (14), às 10h, no Centro Comunitário de Múltiplo Uso. A primeira edição do ano foi realizada em Alto do Rodrigues. Os técnicos do legislativo fizeram um levantamento das necessidades dos moradores da região nas especialidades médicas, sociais e educacionais. A partir de maio os projetos serão interrompidos em respeito à Legislação Eleitoral.

Os deputados transferem o plenário da Assembleia Legislativa para o município, como forma de obterem subsídios para a atuação parlamentar e já levam na bagagem o encaminhamento de pleitos dos moradores. Esse contato mais próximo permite um trabalho em acordo com o que desejam os cidadãos nas mais variadas áreas.

A Assembleia Cidadã será instalada na escola municipal Governador Mário Covas, no bairro São Pedro, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, nos dias 14 e 15 de maio. O projeto contemplará a retirada de documentos, palestras educacionais, atendimentos médico e odontológico e atividades infantis. “As visitas técnicas servem para definir quais as áreas médicas com maior carência para os moradores, entre outros serviços, o que determina o nosso planejamento em busca dos parceiros que possam atender à população”, explicou a coordenadora da Assembleia Cidadã, Magaly Cristina.

Histórico de cidadania

Foi a partir do compromisso que o Poder Legislativo Estadual tem com a promoção da cidadania entre os norte­riograndenses que nasceu, em janeiro de 2006, o Projeto Assembleia Cidadã. Esta iniciativa contempla atendimentos gratuitos para a população de municípios do Rio Grande do Norte que apresentam carência em diversas áreas, como saúde, educação e ação social.

A Assembleia Cidadã oferece ao município visitado serviços como: retirada de documentos (carteira de identidade, carteira de trabalho e CPF), oficinas de capacitação profissional, oficinas de artesanato, oficinas de educação, corte de cabelo, atendimento médico adulto e infantil, orientação em saúde bucal, recreação infantil, lazer para a comunidade, apresentações culturais, dentre outros. O objetivo é facilitar o acesso à informação e a assistência, para dessa forma, contribuir com a formação de cidadãos cada vez mais conscientes de seus direitos e deveres.