CAERN implanta rodízio no abastecimento de água em Acari


A tão esperada chuva para o Rio Grande do Norte deve chegar ao final do mês de maio, mas somente para as regiões Leste e Agreste potiguar. A nova previsão foi anunciada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (EMPARN) durante a II Reunião de Análise e Previsão Climática para o Leste da Região Nordeste, em Aracajú. As regiões do Alto Oeste e Seridó potiguar, porém, veem o inverno se encerrar, no início de junho, sem o reabastecimento dos reservatórios de água.


A maior parte das cidades do interior do Estado enfrenta o racionamento de água. Acari entrou, na última quarta-feira (21), para a lista das cidades potiguares abastecidas por sistema de rodízio: dividida em dois setores, com abastecimento revezado a cada 24 horas. O setor 01 compreende os bairros Petrópolis, Luiz Gonzaga, Dinarte Mariz e parte do Bairro Centro; já o setor 02 abrange parte do Centro e os bairros Tarcísio Bezerra Galvão, Ary de Pinho e Padre Cortez.

O único manancial que abastece a cidade, o açude Gargalheiras, está com apenas 9,6% da sua capacidade. De acordo com o último boletim pluviométrico da EMPARN, foram registrados apenas 231 milímetros de chuva no município do início do ano até quinta-feira (22).


Em contato com o blog, o chefe do escritório local da CAERN, Adelson Sebastião, informou que a equipe da companhia realizou alguns ajustes para a implantação do rodízio, como a instalação de novos registros nas ruas Maria Nunes e Major Hortêncio. O Bairro Tarcísio Bezerra Galvão, que estava incluído no setor 01, foi transferido para o setor 02. O primeiro setor receberá até o final do mês de maio o abastecimento nos dias pares e o segundo setor nos dias ímpares.