TVU e TV Ponta Negra gravam reportagens sobre o abastecimento d'água de Acari


O "grito de socorro" do Açude Gargalheiras chamou a atenção de duas emissoras de TV do estado neste sábado (24). A TV Universitária, afiliada a TV Brasil, e a TV Ponta Negra, afiliada a SBT, estiveram em Acari para mostrar aos telespectadores potiguares a situação do abastecimento d'água da cidade, que vem sendo afetado diante da estiagem prolongada. Com pouco mais de 9% de sua capacidade, a barragem vem suportando os efeitos da seca, mas o atual cenário causa uma enorme preocupação.



As duas emissoras registraram imagens do reservatório, entrevistaram autoridades e populares. O poder público municipal foi representado pelo secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Abastecimento, Ari do Hospital, que falou sobre as ações e parcerias existentes para garantir água para a população. Além da zona urbana, ele citou o abastecimento na zona rural, que conta com o apoio do Exército Brasileiro através da Operação Carro-Pipa. Por fim, fez um apelo para que a população economize cada vez mais a água que resta disponível.



O chefe do escritório local da CAERN, Adelson Sebastião, falou sobre a política adotada pela instituição para garantir o abastecimento d'água por mais tempo, até que as chuvas tragam novo volume para o Gargalheiras. Recentemente foi implantado no município um sistema de rodízio, que divide Acari em dois setores, cada um sendo abastecido por 24h. A instalação de hidrômetros também foi outra ação que mereceu destaque.


Representando o Legislativo, o vereador Rodrigues de Naldo falou sobre a adutora de engate rápido que está sendo viabilizada para trazer água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves para Currais Novos, o que diminuiria a captação de água do Gargalheiras. Ele esteve presente no I Seminário Água e Sustentabilidade, onde foi discutida a viabilidade da obra.


A reportagem da TVU ainda não tem data definida para divulgação, já a da TV Ponta Negra vai ao ar a partir das 13h da próxima segunda-feira (26) no Jornal do Dia.