Henrique tem participação equilibrada e de destaque no debate promovido pela TV Universitária


Ao participar na noite desta quarta-feira, 24, do debate entre os candidatos a governador, promovido pela TV Universitária, da UFRN, com ampla participação da comunidade acadêmica, o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB), mostrou mais uma vez que está preparado para governar o Rio Grande do Norte. Com uma postura equilibrada, mesmo enfrentando o estilo raivoso de alguns dos oponentes, o candidato da coligação União pela Mudança, apresentou propostas e discorreu sobre preocupações, projetos e prioridades.

“Este estado não pode mais errar. Não pode mais se aventurar. É preciso ser serenidade e maturidade política”, afirmou Henrique em suas considerações finais, quando deixou claro que o Rio Grande do Norte não pode prescindir da colaboração e da parceria consistente com a comunidade acadêmica. Lembrou que problemas como o processo de desertificação e os problemas enfrentados pela região metropolitana devem contar com a contribuição dos melhores quadros e cabeças da Academia.

Durante o debate, Henrique Eduardo abordou temas como Educação, importância do cargo de presidente da Câmara dos Deputados, Política de Industrialização e Parceria com a UFRN. Veja os principais pontos da participação do candidato no debate da TVU:


EDUCAÇÃO – Henrique lembrou que a Educação Pública é uma das maiores preocupações da população do Rio Grande do Norte e que o péssimo desempenho do estado no Ideb – 24º lugar entre todos os estados brasileiros -, mostra que é preciso ter foco na participação e valorização dos professores como forma de recuperar a qualidade da educação pública. Henrique defendeu a adoção de um sistema de premiação de professores pelo cumprimento de metas e a prioridade para a oferta de cursos profissionalizantes em parceria com o IFRN e o Sesi/Senai.


ATUAÇÃO PARLAMENTAR – O candidato a governador da coligação União pela Mudança disse que o seu oponente do PSD está desinformado quanto ao papel e a importância do cargo de presidente da Câmara dos Deputados. Lembrou a aprovação do Plano Nacional de Educação, do Marco Civil da Internet, destinação de royalties da exploração do pré-sal para a Educação e a Saúde. Lembrou a viabilização do projeto de construção da Barragem de Oiticica, em Jucurutu, esperado há mais de 50 anos, e o grande projeto de irrigação a partir da Barragem Santa Cruz, em Apodi.

INDUSTRIALIZAÇÃO – Henrique Alves disse que é preciso criar um ambiente favorável e respeitoso aos empresários que desejam investir no Rio Grande do Norte, que devem ser tratados como parceiros e objeto de uma política clara e transparente que passa por maior agilidade no licenciamento ambiental. Defendeu também que é preciso ampliar o processo de industrialização na Grande Natal e em Mossoró e levá-lo também para as demais regiões do Rio Grande do Norte.

PARCERIA COM A UFRN – Henrique disse que não é possível fazer qualquer planejamento no Rio Grande do Norte sem estabelecer uma parceria muito forte com as universidades federais (UFRN e Ufersa) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. O candidato a governador anunciou que os quadros das universidades serão chamados a colaborar com a oferta de conhecimento e novas soluções para questões como a mobilidade urbana. Aproveitou para anunciar que pretende criar o Metrópole RN e implantar infovias que possibilitem a oferta de acesso de alta qualidade à Internet.