Moradores de João Pessoa-PB e Recife-PE filmaram clarão azul do céu durante a noite (Veja Vídeo)



Moradores de João Pessoa-PB e Recife-PE,relatam a ocorrência de um “clarão azul” que teria supostamente explodido no céu em direção ao mar. Os Relatos e a filmagem impressionam pela grandiosidade do evento que não teve uma explicação oficial, por parte dos que tratam do assunto.

Há relatos de eventos semelhantes na mesma região em anos anteriores. Uma explicação possível para o fenômeno que intriga os moradores, seria a entrada de um meteorito na atmosfera da terra, evento provocado cmo rastro da passagem do cometa Halley.

Veja o Vídeo feito em João Pessoa-PB, clicando AQUI

Veja o Vídeo feito em Pernambuco, clicando AQUI

a Sociedade Astronômica Do Recife colocou um post no Facebook pedindo informações a quem por ventura tivesse testemunhado a passagem de um “bólido” (fireball/bola de fogo) no céu. Pessoas confirmaram em Boa Viagem, Candeias, Cordeiro, Abreu e Lima, Pau Amarelo e no Centro do Recife. Caio Aguiar descreveu: “Uma bola flamejante desfragmentando enquanto descia rapidamente em direção ao solo. Um clarão que durou uns…5 segundos. Luz intensa vinda do objeto não identificado. "

Paula Thorpe, do Grupo de Astronomia de Pernambuco, informou que a instituição recebeu relatos plausíveis de que um meteoro foi visto no céu da Região Metropolitana do Recife. O horário médio do avistamento ficou entre às 22h10 e 22h20. “Recebemos relatos também legítimos do avistamento de residentes no estado da Paraíba. Pelas descrições e relatos, segundo o professor James Solon, integrante do Grupo de Astronomia de Pernambuco, o AstroPE, o objeto tem características de se tratar de um meteorito, também conhecido como fireball, devido ao forte clarão que provoca no céu”, disse por e-mail.

Todos os anos, entre os dias 15 e 29 de outubro, a Terra passa por um grande fluxo de detritos deixados pelo cometa Halley, que é o responsável por uma chuva de meteoros denominada Orionídeas. A área da terra onde é mais visível o fenômeno é exatamente a próxima ao Equador, onde fica a constelação de Orion (o Cinturão de Orion é popularmete conhecido como “As Três Marias”). Os dados são do site Galeria do Meteorito.

Ainda segundo o site, na noite de 12 de outubro, uma câmera da Nasa detectou um pedaço do cometa Halley se desintegrando na atmosfera sobre o Novo México, nos Estados Unidos. A fireball era tão brilhante que foi possível vê-la mesmo com a grande luminosidade da Lua! Múltiplas câmeras seguiram o meteoróide, o que permitiu o cálculo de sua trajetória. Segundo especialistas, ele atingiu a atmosfera da Terra a 68 quilômetros por segundo e se desintegrou a 67,9 km acima da superfície.