Em dois dias, EUA lançam 7 ataques contra o Estado Islâmico

Caças F-15E

As forças militares dos Estados Unidos efetuaram, neste fim de semana, sete ataques aéreos contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na Síria e outros dois no Iraque, informou o Comando Central norte-americano (Centcom) em comunicado.

Na Síria, cinco bombardeios aconteceram perto da cidade de Kobani, situada na província de Aleppo, uma das três principais localidades curdas no país. Neles, três veículos dos radicais foram destruídos e cinco posições do EI foram danificadas.

O EI iniciou uma ofensiva em 16 de setembro contra essa região e, desde então, está completamente cercada pelos radicais, exceto pelo norte, onde faz fronteira com a Turquia.

Ao sudeste da cidade síria de Deir ez-Zur, dois ataques acabaram com dois refúgios dos radicais.

No Iraque, os bombardeios das forças americanas, que contaram com o apoio de países da coalizão internacional criada para acabar com os jihadistas, atacaram posições do EI perto da cidade de Baiji, e ao sudeste da população de Faluja.

“Os ataques aconteceram como parte da ‘Determinação Inerente’, a operação para eliminar o grupo terrorista EI e a ameaça que representa para o Iraque, a região e o resto da comunidade internacional”, acrescentou o comunicado.