Dilma veta redução de imposto de empregados domésticos


Para quem pensava que poderia pagar menos pelo INSS dos empregados domésticos, a presidente Dilma Rousseff vetou integralmente o projeto de lei que reduzia para 6% a alíquota de contribuição previdenciária de patrões e empregados domésticos.

A decisão foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União. A proposta vetada por Dilma, de autoria da ex-senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), havia sido aprovada em novembro pela Câmara dos Deputados.