Material de campanha do PT é descartado em lixeira da Petrobras


Uma grande quantidade de material de campanha do candidato a governador do Rio, Lindberg Farias, e à presidência da República, Dilma Roussef, ambos do PT, foram flagrados dentro de lixeiras de materiais recicláveis ao lado dos veículos oficiais na sede da Petrobras, em Imbetiba, bairro de Macaé, no interior do estado do Rio. 

Imagens feitas por funcionários da estatal mostram caixas lacradas, abertas e o material jogado dentro das lixeiras que ficam no estacionamento do prédio. Por meio de nota, o senador Lindberg Farias disse que não tem qualquer controle ou responsabilidade pelo descarte de material de campanha, distribuído por diretórios, militantes e voluntários. 

Por nota, o diretório do PT em Macaé informou que não pode de forma alguma se responsabilizar pelo destino de materiais de campanha que podem ter sido retirados por qualquer indivíduo na sede do partido ou em qualquer outro ponto do estado, não só pelos pontos de distribuição ligados ao Partido dos Trabalhadores, como em todos os comitês de campanha dos partidos integrantes da coligação. 

A Petrobras informa que o material de campanha encontrado em caixas coletoras no estacionamento (edifício garagem) externo da base Imbetiba, que fica a cerca de 300 metros da entrada da área operacional, não pertence à companhia No edifício garagem em questão, que serve aos empregados da empresa, foram instaladas caixas coletoras para recolhimento de material reciclável – vidro, papel, plástico e metal. O acesso a essas caixas coletoras é livre para a força de trabalho e para toda a comunidade do entorno fazer o descarte e a separação correta dos resíduos. Até o momento, não foi identificada a origem desse material.