Abertura de inquérito contra José Agripino é destaque no Jornal Nacional

agripinoJN

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, autorizou abertura de inquérito contra o senador José Agripino, presidente do Democratas, por corrupção passiva. Um empresário disse que pagou propina para ele em troca da aprovação de uma lei no estado do Rio Grande do Norte. O inquérito, pedido pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot vai investigar se o senador José Agripino tem envolvimento com fraudes na implantação do sistema de inspeção de veículos no Rio Grande do Norte.

O caso foi mostrado pelo Fantástico em fevereiro. As investigações começaram em 2011. O empresário George Olímpio afirmou que em 2010 um sócio dele disse que ele teria pago R$ 1 milhão ao senador do Democratas para obter ajuda na implantação do sistema. George disse que era tudo mentira, que não houve pagamento de propina para Agripino. A Procuradoria-Geral da República arquivou o caso.