Prefeito acusado de tumultuar eleição em Carnaubais


carnaubaisNum gesto explícito de arrogância, rispidez e afronta, o grupo político do prefeito interino de Carnaubais, Júnior Benevides, movimenta-se sorrateiramente com o objetivo de criar um ambiente de judicialização em torno da eleição suplementar determinada pela Justiça Eleitoral para o dia 5 de julho.

A primeira manobra foi tentar impedir a realização do pleito, artifício que sucumbiu diante da apreciação do TSE.

A Corte Eleitoral negou provimento ao recurso que procurou anular o processo e manteve a eleição, garantindo o direito democrático da população carnaubaense de escolher livremente a quem caberá o direito legítimo de dirigir de forma efetiva a administração na cidade.

Agora, o sistema do prefeito em exercício ameaça de forma truculenta embargar judicialmente a veiculação pública do convite das forças de oposição, que se uniram em torno do nome de Dinarte Diniz, a fim de lutar contra os que pretendem fazer de Carnaubais uma espécie de feudo familiar, para a sua convenção neste fim de semana.

O grupo hoje dominante em Carnaubais tenta amordaçar o manifesto daqueles que se negam a aceitar seu regime totalitário e abusivo.